quarta-feira, 18 de novembro de 2009

A pomba-galinha da paz

A pomba-galinha da paz
Nas inúmeras praias percorridas, nunca tropecei numa garrafa de vidro com uma mensagem lá dentro. E não foi por falta de desejo! Sonhei vezes sem conta em encontrar uma mensagem escrita por alguém de lá longe, numa língua estranha que me obrigaria a consultar dicionários e gramáticas para decifrar o seu conteúdo. Algo de mágico e romântico. Ah, mas isso só acontece nos filmes, sempre pensei eu! Até que, há umas semanas atrás, em pleno rebuliço da rua Santa Catarina em plena hora de ponta comercial, uma rapariga anónima entrega-me uma garrafa de plástico, atada com um fio e com um desenho de uma espécie de pomba-galinha, suponho que simbolizando a paz. Sorri, partilhei a surpresa com as minhas colegas de trabalho e enchi-me de boa disposição pelo inesperado.

3 comentários:

miss.me disse...

"pomba-galinha" é lindo :-D dá vontade de montar um pombal-galinheiro para a pôr :--) ihihih

moriana disse...

que gesto tão lindo! quem me dera receber uma assim...

Q disse...

O MICA-me (Movimento do Intervenção Cultural e Artística LGBT) convida-o para assistir ao filme "Desert Hearts" (1985) de Donna Deitch.

A sessão terá lugar no próximo sábado dia 28 Nov, às 16h na Casa da Horta (Rua de São Francisco, ao Infante). A entrada é LIVRE ;)

Mais informações em http://www.mica-me.org/?p=751