quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Paradas, danças e manifs

© Jérôme Delatour / Images de danse
Fonte: © Jérôme Delatour / Images de danse

Anna Halprin é coreógrafa desde os anos 30 mas, dizem os entendidos das danças que a peça "parades & changes" é a sua obra cimeira e um marco na dança contemporânea. Não é de estranhar que esta coreógrafa de 88 anos (e ainda no activo!) seja pouco conhecida da maioria (eu inclusivé), uma vez que escolheu a mesma América conservadora em que viveu Harvey Milk* para desenvolver o seu trabalho, longe da visibilidade que Nova Iorque ou a Europa lhe poderiam dar. A mesma América que censurou esta peça durante 20 anos.
A pretexto do vigésimo aniversário da Fundação de Serralves e do décimo aniversário do museu homónimo, pude assistir à reinterpretação desta peça, agora designada por "parades & changes, replays", conduzida por Anne Collod e mais uma série de coreógrafos/performers. Faltam-me conhecimentos que me permitem dimensionar a sua importância e singularidade mas, uma coisa é certa, foi impossível ficar indiferente à magia de vários dos seus momentos (como o acima fotografado).
Sinto-me um felizardo por ter assistido a tão belo espectáculo, ainda para mais na companhia sempre revigorante dos amigos. E ainda para mais, aproveitando os últimos dias em que ainda sou considerado jovem e podendo ainda usufruir de alguns descontos. Agora só mesmo depois dos 65... :P

* Esqueçam de procurar onde está a marca do Gus Van Sant neste filme e concentrem-se apenas na história da vida deste activista, igualmente desconhecido da maioria e não menos importante para o enriquecimento social e cultural de todos.

5 comentários:

miss.me disse...

http://www.youtube.com/watch?v=w3IzpazVl-I

miss.me disse...

:-P

Anónimo disse...

São Francisco é uma cidade conservadora?

Venus as a boy disse...

Estamos a falar da São Francisco dos 50s, 60s e 70s.

Anónimo disse...

Mas mesmo nessa altura era a cidade mais "gay friendly" dos EUA, mais que Nova Iorque (que referes) e por este motivo muitos gays dos EUA se foram fixando por lá, inclusive Milk.