terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Lhasa de Sela (Parte 2)

É noite, de uma estação qualquer. A casa de Cabeceiras enche-se de longas conversas, de afectos e muitos risos. Lá fora escutam-se os grilos. Estamos de barriga cheia. Daqui a pouco vamos dormir todos juntos bem apertadinhos no grande sofá-cama da sala. Enrosco-me, coloco a tocar em loop o cd "The Living Road" e canto baixinho, muito baixinho, cada uma das suas canções. Repouso os meus olhos nas belíssimas ilustrações do livro que acompanha o cd e ao mesmo tempo em quem me rodeia, com uma ternura desmesurada. Sinto-me sereno e feliz por estar ali. Desejo que nunca acabe.

"Gracias a tu cuerpo doy
Por haberme esperado
Tuve que perderme pa'
Llegar hasta tu lado

Gracias a tus brazos doy
Por haberme alcanzado
Tuve que alejarme pa'
Llegar hasta tu lado

Gracias a tus manos doy
Por haberme aguantado
Tuve que quemarme
Pa'llegar hasta tu lado"


Agora penso se tudo não terá passado de um sonho.