terça-feira, 27 de maio de 2008

Receita para um bom cuscus

Hafsia Herzi, em La graine et le mulet
As cores do porto de Sète. O cansaço e o silêncio de Slimane. A energia e a determinação de Rym*. Os sabores e conversas na mesa de Souad. As músicas e ritmos do Magrebe. As uniões e desuniões de uma família. As burocracias e etnocentrismos de França. A câmara e o argumento de Abdellatif Kechiche. A performance e entrega dos actores.
É de tudo isto e muito mais que é feito "La graine et le mulet" ou, num mau português, "O segredo de um cuscus".

*Não esquecerei facilmente a belíssima actriz Hafsia Herzi.

4 comentários:

Rita Oliveira Dias disse...

Outras paragens, mas viste o filme "Caramelo"? O Libano, muito calor, o amor visto e vivido por mulheres.

Venus as a boy disse...

Não vi :( Ouvi dizer bem dele. Agora tenho de estar atento a ver se o apanho nalgum ciclo de cinema. Beijos para Leiria!

Maria João disse...

Lembrei-me de ti quando vi o filme... Ah, quanto ao "Carmel", tens mesmo que ver, também é uma perpestiva mt interessante! beijocas

Maria João disse...

bem, hoje estou completamente disléxica%)